• Loja: Seg - Sex: 10:00 - 19:00 | Sáb: 12:00 - 19:00
    Loja física aberta apenas levantamento de encomendas
  • Rua do Breiner 372 Porto

Linóleogravura ORIGINAL 'Retrato de Van Gogh'

50.00

Availability: Em stock

Linóleogravura ORIGINAL ‘Retrato de Van Gogh’ impressa sobre folhas de livros antigos by Lara Ottaviani
Dimensão: A4

Vincent Willem van Gogh (30 de março de 1853 – 29 de julho de 1890) foi um pintor holandês considerado uma das figuras mais famosas e influentes da história da arte ocidental. Ele criou mais de dois mil trabalhos em pouco mais de uma década, incluindo por volta de 860 pinturas a óleo, a maioria dos quais durante seus dois últimos anos de vida. Suas obras abrangem paisagens, naturezas-mortas, retratos e autorretratos caracterizados por cores dramáticas e vibrantes, além de pinceladas impulsivas e expressivas que contribuíram para as fundações da arte moderna.

Van Gogh nasceu numa família de classe média alta e começou a desenhar ainda criança, sendo descrito como alguém sério, quieto e pensativo. Ele trabalhou como vendedor de arte quando jovem e viajou frequentemente, porém entrou em depressão depois de ser transferido para Londres. Van Gogh voltou-se para a religião e passou um tempo como missionário protestante na Bélgica. Ele enfrentou problemas de saúde e solidão até começar a pintar em 1881, mudando-se para a casa de seus pais. Seu irmão mais jovem Theo lhe apoiou financeiramente e os dois mantiveram uma duradoura correspondência. Seus primeiros trabalhos consistiam em naturezas-mortas e representações de camponeses. Van Gogh mudou-se em 1886 para Paris e se encontrou com vanguardistas como Émile Bernard e Paul Gauguin, que estavam opondo-se à sensibilidade impressionista. Ele criou uma nova abordagem para naturezas-mortas e paisagens à medida que produzia suas obras, com suas pinturas ficando com cores mais vivas enquanto desenvolvia um estilo que estabeleceu-se por completo em 1888 na sua estadia em Arles. Durante esse período Van Gogh também ampliou seus temas para englobar oliveiras, ciprestes, campos de trigo e girassóis.

Ele sofria de episódios psicóticos e alucinações, temendo por sua estabilidade mental e frequentemente negligenciando sua saúde física, não comendo direito e bebendo muito. Sua amizade com Gauguin terminou em uma briga com uma lâmina quando Van Gogh, em um ataque de raiva, cortou parte de sua própria orelha esquerda. Ele passou um tempo internado em hospitais psiquiátricos, incluindo um período em Saint-Rémy-de-Provence. Van Gogh ficou sob os cuidados do médico homeopata Paul Gachet depois de ser liberado e mudou-se para o vilarejo de Auvers-sur-Oise. Sua depressão continuou e ele disparou um revólver contra seu peito em 27 de julho de 1890, morrendo de seus ferimentos dois dias depois.

Van Gogh não obteve sucesso durante sua vida, sendo considerado um louco e um fracassado. Ele ficou famoso depois de seu suicídio, existindo na imaginação pública como a quintessência do gênio incompreendido, o artista “onde discursos sobre loucura e criatividade convergem”. Sua reputação começou a crescer no início do século XX enquanto elementos de seu estilo de pintura passaram a ser incorporados pelos fauvistas e expressionistas alemães. Van Gogh alcançou grande sucesso comercial, popular e de crítica nas décadas seguintes, sendo lembrado atualmente como um pintor importante e trágico, cuja personalidade problemática tipifica os ideais românticos do artista torturado.

Lara Ottaviani é uma ilustradora de Bolonha, Itália e que trabalha sobretudo a Linóleogravura.
Veja mais trabalhos desta artista neste link.


A Linóleogravura é uma técnica de reprodução de imagem, onde o desenho é gravado (cavado) em uma placa que lembra uma borracha, utilizando goivas (pequenos formões) como ferramenta. Após a gravação, a matriz (placa) recebe a tinta, o papel e vai para prensa, com isso é só colocar a gravura para secar.

Olá Breiner

A “Olá Breiner” um espaço acolhedor.  Tudo em volta é especial e tem cariz onde pode encontrar peças para criança, adultos e, ainda, objetos para casa e utilitários que tornam os dias mais agradáveis e práticos. Sempre com um toque único e fundamentalmente de oriundo de mentes criativas nacionais. Entre as coisas disponíveis para compra, encontram uma grande aposta na ilustração, mas também, na cerâmica, bijuteria de autor, decoração, toucas cirúrgicas personalizadas, acessórios de vestuário para homem, senhora e uma vasta seleção de acessórios super originais para bebés e crianças, que não deixam ninguém indiferente.

Além das nossas duas marcas próprias – 100% Portugal e Mum Who Loves to Sew – tivemos o cuidado de selecionar projetos que têm em comum a originalidade, os criativos locais, a sustentabilidade, a qualidade e o preço acessível. Conhecemos e contactamos outros criativos que, como nós, fabricam peças handmade, expressão anglo-saxónico muito em voga e que, no fundo, quer dizer peças criadas com amor. E é isto que nos interessa e é nisto que acreditamos, porque hoje, o mercado, diferencia-se por uma necessidade de autenticidade e naturalidade do produto, colocando o criativo, o cliente e o universo, numa atitude corresponsável e consciente. Acreditamos que tudo isto pode ser feito de uma forma muito bonita e, claro, muito criativa, em perfeita harmonia com a nossa casa comum, o planeta onde vivemos”.

Pode encontrar muitos acessórios para criança, adulto e vários tipos de objetos para casa e utilitários que tornam os dias mais agradáveis e práticos. Sempre com um toque único e fundamentalmente de oriundo de mentes criativas nacionais.